TOC: Saiba como lidar com isso! - Transtorno Obsessivo Compulsivo

By 0
94
TOC: Saiba como lidar com isso! - Transtorno Obsessivo Compulsivo

Para lidar bem com o TOC é necessário passar, em primeiro lugar, por um diagnóstico adequado. Na sequência, a seleção adequada do tratamento faz toda a diferença, assim como o acompanhamento consistente. Dessa forma, é possível conviver com essa condição com mais qualidade de vida.

Busque orientações sobre o TOC

O primeiro passo consiste em buscar a ajuda de um psiquiatra. Ter manias e hábitos não é o bastante para caracterizar essa condição, sendo fundamental um diagnóstico especializado analisando os demais pontos. Por meio de alguns testes o profissional vai conseguir determinar se você tem ou não essa doença crônica.

Uma vez que ela seja identificada corretamente, esse é o primeiro passo para lidar com essa questão.

A seleção do tratamento mais adequado

Na sequência, é necessário que o psiquiatra avalie o  tratamento mais recomendado. Isso é importante porque cada pessoa possui um grau diferente de TOC, assim como necessidades específicas em relação ao que oferece melhores resultados.

Dentre as possibilidades, estão:

  • Psicoterapia

A realização de sessões de terapia com técnicas específicas pode garantir que o paciente encare um alívio nos sintomas. Eventualmente, a realização contínua de psicoterapia pode garantir que o paciente mantenha o transtorno sob controle.

  • Medicação

Também é bastante comum a administração de medicamentos para lidar com essa condição. Eles aliviam os sintomas, podendo eliminá-los enquanto houver a continuidade do tratamento. É bastante associado à realização de psicoterapia para lidar com a questão.

  • Estimulação Magnética Transcraniana

A Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva é outra possibilidade, com evidências científicas de eficácia em casos de Transtorno Obsessivo Compulsivo. Ela tem como principal objetivo reequilibrar o funcionamento de áreas do cérebro, oferecendo uma solução contínua para o quadro.

É uma possibilidade recente e muito vantajosa, principalmente pelo fato de praticamente não ter efeitos colaterais, o que pode ser especialmente vantajoso para alguns pacientes que não toleram antidepressivos em altas doses.

Considere participar de sessões de psicoterapia.

Na psicoterapia voltada para o tratamento do TOC, você frequentará consultas regulares para conversar com um terapeuta a respeito das suas obsessões, ansiedades e compulsões. Embora, talvez, a psicoterapia não seja capaz de curar o transtorno obsessivo-compulsivo, ela poderá ser um meio eficaz de lidar com seus sintomas e torná-los menos perceptíveis. A terapia consegue curar cerca de 10% dos casos, mas causa uma melhora dos sintomas em 50% a 80% dos pacientes. Os terapeutas e conselheiros usam técnicas diferentes no tratamento dos pacientes com TOC.

Lide com as causas do problema.

Obrigue-se a começar a prestar atenção redobrada nas situações que normalmente o deixam obcecado. Pequenos truques poderão ajudá-lo a se sentir mais no controle dessas situações, e isso pode ser tudo o que você precisa para desafiar os padrões responsáveis pelo estresse.

Por exemplo, caso você se preocupe constantemente se desligou ou não o fogão, crie uma imagem mental de si mesmo desligando o fogo, sempre que fizer isso. A imagem mental deverá ajudá-lo a lembrar que você realmente desligou o fogão. Se a imagem mental não funcionar, tente manter um bloco de papel ao lado do fogão e escrever uma nota para si mesmo cada vez que desligá-lo.

Parabenize-se por alcançar seus objetivos. 

Quando nos dedicamos a um tratamento, a definição de metas é importante. Não importa o tamanho delas, as metas proporcionam uma coisa na qual você pode trabalhar e motivos para comemorar. Sempre que conseguir algo que não teria conseguido antes do início do tratamento, parabenize-se e sinta-se orgulhoso.

Cuide-se bem.

Você deve cuidar bem do corpo, mente e alma enquanto estiver tratando o transtorno obsessivo-compulsivo. Frequente a academia, nutra o organismo com alimentos saudáveis, descanse bastante e alimente a alma através da participação em cultos religiosos ou em alguma outra atividade que proporcione paz de espírito.

Se você gostou desse conteúdo e se isso fez sentido de alguma forma para você, não esqueça de compartilhar com seus amigos nas redes sociais, ou enviar o link desse post para alguém via Whatsapp!

Conecte-se Comigo!

SAÚDE MENTAL INFANTIL

➡ Instagram: https://instagram.com/saudementalinfantil
➡ Facebook: https://facebook.com/saudementalinfantil

SAÚDE MENTAL NO TRABALHO e ADULTO

➡ Instagram: https://instagram.com/drpaulopereira
➡ Facebook: https://facebook.com/drpaulopereira.psiquiatria

PODCAST

Ouça o Saúde Mental Cast! Ajudando você a ter Saúde Mental pelo Spotify e iTunes!

Ouvir pelo Spotify:
https://spoti.fi/2D2kYZr

Ouvir pelo iTunes:
https://apple.co/2DM5jh7